Produção brasileira e mundial de milho na safra 2011/2012

12/12 10:26

Ao divulgar, na última sexta-feira (9) seu prognóstico mensal sobre a produção mundial agrícola na safra 2011/2012, o Departamento de Agricultura dos EUA corrigiu para cima – em 8,5 milhões de toneladas, quase 1% a mais – a projeção anterior sobre a produção mundial de milho, agora prevista em 867,5 milhões de toneladas, o que irá representar aumento de 4,8% sobre o volume previsto para a safra deste ano.

A expansão prevista é devida, em essência, à expectativa de um aumento de produção na China, segundo maior produtor mundial, com 22% do total projetado. Assim – diz o USDA – atinge-se novo recorde mundial, a despeito de um declínio de 3,5 milhões de toneladas na produção norte-americana que, mesmo assim, vai continuar respondendo por mais de 35% do volume total previsto.

Quanto ao quarto maior produtor do Planeta, o Brasil, o USDA mantém suas previsões em 61 milhões de toneladas, pouco mais de 7% da produção mundial projetada. É um volume não muito diferente daquele previsto internamente pela CONAB que, em seu terceiro levantamento de safra, divulgado na semana passada, projeta para a produção brasileira volume da ordem de 60,319 milhões, 4,9% maior que o produzido em 2011 e, coincidentemente, quase o mesmo índice de expansão previsto pelo USDA para a produção mundial.

Ressalve-se, aqui, que a quarta posição do Brasil só é válida se considerarmos a produção da União Europeia – 27 países – como a de um único país (63,9 milhões/t, nas projeções do USDA). Do contrário – e exatamente como ocorre na produção de carne de frango – o Brasil é o terceiro produtor mundial, atrás apenas de EUA e China.
Há, no entanto, um “porém” nesse posicionamento. Pois enquanto a carne de frango brasileira amplia continuamente sua participação na produção mundial, o milho mantém uma participação quase constante. Por exemplo, analisados os últimos 11 anos (2012: previsão), a participação média do milho na produção mundial foi de 6,6%, com variações máximas de apenas 1,3 e 1,7 ponto percentual acima e abaixo da média. Já o frango registra aumento de participação constante: segundo dados do próprio USDA, os 12,68% de 2001 devem se transformar em 16,37% em 2012.

Avisite

About these ads

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 646 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: