Pesquisa aponta otimismo nas vendas em Mato Grosso no primeiro semestre

07/02/2016

Após um 2015 de baixas vendas, as perspectivas da classe empresarial do comércio, serviços e turismo em Mato Grosso apontam otimismo para 2016. Pesquisa revela que 53% do setor acredita em boas vendas no primeiro semestre do ano, apesar de 59% dos empresários ouvidos não acreditarem que Mato Grosso terá um crescimento econômico no período.

Os números são resultados da pesquisa conjuntural, com opiniões do setor sobre o comportamento econômico, realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso (Fecomércio-MT). Para a pesquisa foram ouvidos empresários do comércio, serviços e turismo da capital e do interior.

Para 53% dos empresários as vendas no primeiro semestre de 2016 devem ser positivas, enquanto 35% acreditam que serão negativas. Já 12%, revela a pesquisa, não souberam precisar como deverá ser o resultado.

Segundo o levantamento, 61% dos entrevistados revelaram que irão manter o atual número de funcionários e apenas 8% devem elevar o número. Já 29% responderam que irão reduzir o quadro de colaboradores.

Em relação à atividade (comercial ou serviços) 53% dos empresários, aponta a pesquisa da Fecomércio, estão otimistas quanto ao primeiro semestre de 2016, enquanto 25% não acreditam em bons resultados e 22% indiferente com o desempenho da atividade.

Divisão de vendas

A pesquisa conjuntural da Fecomércio-MT revela que 53% das vendas são realizadas com o Cartão de Crédito, 32% a Vista (dinheiro ou cheque), 10% através de Crediário ou Duplicatas e apenas 5% das vendas são em Cheques Pré-datados.

Inflação

A inflação para 62% dos entrevistados deverá variar de 3,1% a 10% no primeiro semestre de 2016, enquanto para 28% a inflação será acima de 10%. Entre zero e 3% somente 10% dos empresários acreditam.

A inflação crescente, aumento no custo das mercadorias e carga tributária elevada é a principal dificuldade prevista por 49% dos entrevistados para o primeiro semestre de 2016. Para 27% a principal dificuldade serão o aumento no custo das mercadorias, carga tributária elevada e clientes descapitalizados. Para 24% será inflação crescente, aumento no custo das mercadorias e clientes descapitalizados.

Governo de MT e Federal

Na avaliação do Governo de Mato Grosso 39% consideram a atuação “regular”, 33% “bom”, 13% “péssimo”, 12% “ruim” e 3% “excelente”.

Ao contrário de Mato Grosso, para 45% dos empresários a atuação do Governo Federal está “péssima”. Já para 31% “ruim” e 19% “regular”. Somente 5% dos empresários consideram a atuação do Governo Federal “boa”.

Da Redação – Viviane Petroli

Fonte: AgroOlhar

COMMENTS: É a entrada da safra!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: