CÂMBIO: Dólar sobe ante o real, com maior aversão ao risco no exterior

11/02/2016

Porto Alegre, 11 de fevereiro de 2016 – Os sinais mistos emitidos ontem
pela presidente do Federal Reserve, Janet Yellen, resgatam a aversão ao risco
nos mercados financeiros hoje, o que implica em um movimento de fuga para ativos
seguros, fortalecendo o dólar. Às 9h25, o dólar comercial valia R$ 3,9540
(+0,45%); o dólar futuro estava em R$ 3,9720 (+0,45%).

O fato de Yellen ter sinalizado que o Fed não terá pressa em subir os
juros, mas também que não irá abandonar o plano de continuar com o ciclo de
aperto monetário, “coloca em dúvida a possibilidade de um novo aumento dos
juros em março”, avalia o Bradesco. Para o Société Générale, a próxima
alta deve acontecer em junho.

Somado a isso, estão às preocupações com a desaceleração da economia
global e o excesso de oferta de petróleo o que, por sua vez, “ocasiona a
depreciação das moedas de países emergentes em relação ao dólar, com
destaque para o rublo russo”, diz o Bradesco. “Em contrapartida, as moedas dos
desenvolvidos recuperam-se”, emenda.

Internamente, o analista de câmbio da Correparti Corretora, Ricardo da
Silva Filho, lembra a expectativa dos investidores pela divulgação dos cortes
no Orçamento de 2016, que deve sair até amanhã e girar em torno de R$ 30
bilhões. Hoje, às 11 horas, o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, participa
de reunião com a Junta Orçamentária. As informações partem da Agência CMA.

Revisão: Tarcila Mendes (tarcila.freitas@safras.com.br)

Fonte: Agência SAFRAS

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: