Lista de princípios ativos com prioridade para registro pode baratear produção

11/02/2016

Nova resolução pode diminuir preços e resistência de pragas e doenças

Broca do café, bicudo do algodoeiro, ferrugem da soja, mofo branco e a mosca branca. Essas são as pragas e doenças consideras de maior risco à atividade agrícola no Brasil. Elas atacam culturas como soja, milho, algodão e hortaliças, gerando prejuízos à produção nacional.

Para agilizar a produção de defensivos agrícolas e ampliar as variedades que combatem essas pragas, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), divulgou uma lista com os princípios ativos mais importantes para a fabricação de defensivos agrícolas.

As substâncias listadas serão consideradas prioritárias para análise técnica com vistas à fabricação dos produtos e pedidos de registro. A ideia do Mapa é que a rotação de ingredientes ativos diminua a resistência de pragas e doenças à aplicação dos agroquímicos. Além disso, os preços mais competitivos podem reduzir o peso destes insumos no custo de produção.

A lista divulgada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) pode ser acessada na íntegra no link abaixo:
http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?data=27/01/2016&jornal=1&pagina=22&totalArquivos=92

Bianca Bianchi

Fonte: Campo Grande News

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: