Faturamento das micro e pequenas empresas recua R$ 100 bi em um ano

12/02/2016

As micro e pequenas empresas (MPEs) do Estado de São Paulo registraram queda R$ 100 bilhões no seu faturamento em 2015, um recuo de 14,3% (já descontada a inflação) na comparação com igual período de 2014, de acordo com a pesquisa Indicadores Sebrae-SP.

Em 2015, a receita total do universo das MPEs paulistas foi de R$ 597,2 bilhões. A redução apontada pelo Sebrae-SP equivale à soma do PIB (Produto Interno Bruto) anual dos Estados do Rio Grande do Norte e da Paraíba (dados do PIB referentes a 2013, conforme IBGE).

De acordo com o indicador, a desaceleração da economia e a queda no consumo das famílias contribuíram para o resultado ruim.

A piora no mercado de trabalho, a baixa confiança dos brasileiros e a retração nos investimentos também justificam, segundo o levantamento, a redução vista nas compras feitas pela população, das quais as MPEs têm forte dependência.

“A crise econômica chegou aos pequenos negócios, afetando severamente faturamento, como só se viu em 2002. Este fator desencadeia outro bem amargo: o impacto no número de pessoal ocupado e rendimento real dos empregados nessas empresas. É o sinal amarelo para o ciclo vicioso da recessão”, afirma o presidente do Sebrae-SP, Paulo Skaf.

Por setores, no período, o faturamento da indústria caiu 10,9%, o do comércio recuou 13,2% e o dos serviços ficou 16,9% menor. Foi a primeira vez desde 2009, quando o Brasil enfrentava os efeitos da crise financeira mundial, que o setor de serviços terminou um ano com redução no faturamento.

O desempenho também foi fraco em todas as regiões do Estado. Na comparação de 2015 com 2014, o município de São Paulo registrou uma redução de 18,7% no faturamento; no Grande ABC, a queda foi de 16,2%; na Região Metropolitana de São Paulo, a perda ficou em 15,7% e no interior, o recuo chegou a 12,9%.

No acumulado de janeiro a dezembro de 2015, houve aumento de 1,3% no total de pessoal ocupado nas MPEs ante igual período de 2014. Por outro lado, a folha de salários paga por elas caiu 3,4% e o rendimento real dos empregados ficou 2,6% menor.

A pesquisa também mostra que, em janeiro, a maioria dos donos de MPEs do Estado, ou 52% do total, disse esperar estabilidade no faturamento de seus negócios para os próximos seis meses.

Em janeiro de 2015, 55% tinham essa percepção. Houve aumento dos que não sabem como ficará a receita: de 5% em janeiro de 2015 para 10% em janeiro deste ano.

Quanto à economia do país, 41% falam em manutenção no nível de atividade nos próximos seis meses ante 46% de um ano antes. Outros 33% aguardam piora nesse aspecto, igual porcentagem registrada em janeiro de 2015.

Microempreendedor Individual

Os Microempreendedores Individuais (MEIs) de São Paulo registraram queda de 21,8% no faturamento real de dezembro de 2015 sobre o mesmo mês de 2014. A receita total dos MEIs em dezembro foi de R$ 2,7 bilhões, o que representa R$ 763,9 milhões a menos do que no mesmo mês de 2014.

Quanto aos setores, os MEIs da indústria viram o faturamento no período cair 29,5%; os do comércio registraram recuo na receita de 20,3% e os de serviços tiveram redução de 19,6% na mesma comparação.

Os MEIs se mostraram mais otimistas que os proprietários de MPEs em relação ao futuro. Em janeiro deste ano, a maior parte (38%) deles disse esperar aumento para seu faturamento nos próximos seis meses. Em janeiro de 2015 eram 28%. Já 35% aguardam estabilidade no faturamento, ante 40% um ano antes. O porcentual dos que esperam piora passou de 31% em janeiro 2015 para 22% em janeiro deste ano.

Quanto à economia brasileira, a expectativa dos MEIs muda: eles estão relativamente mais pessimistas do que os donos de MPEs. Em janeiro, a maior parte dos MEIs (34%) disse esperar piora para a economia brasileira nos próximos seis meses (eram 33% um ano antes).

Outros 33% acreditam em estabilidade (ante 26% em janeiro do ano passado). Diminuiu a parcela dos que esperam melhora na economia: de 40% em janeiro de 2015 passaram para 28% em janeiro 2016

Fonte: UOL

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: