II Workshop Técnico do Soja Plus ocorre no mês de março em Cuiabá

13/02/2016

Diretrizes aplicadas e dinâmicas realizadas são alguns dos pontos a serem abordados durante o II Workshop Técnico do Soja Plus no dia 1º de março em Cuiabá. Criado em Mato Grosso, o programa Soja Plus é desenvolvido hoje quatro estados e conta com a parceria da Universidade Federal de Viçosa, de Minas Gerais.

Durante o workshop será feito um alinhamento entre as ações realizadas e metas. O evento visa avaliar os resultados obtidos e planejar novas ações de gestão econômica, social e ambiental da sojicultura em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Bahia, estados estes onde o programa Soja Plus está implantado hoje.

O evento reunirá, em Cuiabá, representantes da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), da Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove), da Federação da Agricultura e Pecuária de Minas Gerais (Faemg), da Federação da Agricultura e Pecuária do Mato Grosso do Sul (Famasul), da Associação dos Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba) e da Universidade Federal de Viçosa.

O foco principal do workshop, de acordo com o gerente de planejamento da Aprosoja-MT, Cid Sanches, estará na área ambiental, uma vez que as leis estaduais quanto a regularização ambiental estão sendo finalizadas. “Para nos adequarmos ao Código, teremos de seguir as normas estaduais. Até o final deste mês, já saberemos como será a feita à regularização ambiental das propriedades em Mato Grosso”.

Conforme o gerente de sustentabilidade da Abiove, Bernardo Pires, “O workshop em Cuiabá será importante para os coordenadores aprenderem com os erros e acertos na implementação das diretrizes do Soja Plus”. Pires ressalta, ainda, que as entidades prepararão, na oportunidade, o 6º Seminário Nacional Soja Plus, previsto para acontecer em Luis Eduardo Magalhães, no Oeste baiano, no mês de setembro.

O programa Soja Plus nasceu em Mato Grosso no ano de 2011. Ele é fruto de uma parceria entre a Abiove e a Aprosoja-MT. De lá para cá diversas informações foram produzidas e disponibilizadas para aproximadamente cinco mil produtores nos quatro estados onde o programa está implantado.

Da Redação – Viviane Petroli

Fonte: AgroOlhar

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: