Fiscais Federais protestam contra nomeação política na superintendência do RS

14/02/2016

A Delegacia Sindical do Sindicato dos Fiscais Federais Agropecuários realizou nesta sexta-feira (12.02) uma mobilização em frente ao prédio do Ministério da Agricultura em Porto Alegre. A atividade, prevista para iniciar às 8h30, com caixas de som e reunião dos servidores na entrada da sede é um protesto contra a nomeação de um político para o cargo de Superintendente Federal da Agricultura no estado. O nome do novo titular, Luciano Maronezi do PTB, foi publicado no Diário Oficial da União desta quinta, juntamente com a exoneração de Roberto Schroeder, que é fiscal federal agropecuário.

“Lutamos durante anos para garantira nomeação de um técnico no cargo de superintendente. Nossa conquista durou apenas seis meses”, afirma a delegada sindical Consuelo Paixão Côrtes, referindo-se ao período em que Schroeder foi titular do cargo, sem contar os três meses em que foi interventor por conta das irregularidades constatadas na gestão anterior. A DS-RS enviou um ofício à Ministra da Agricultura, Kátia Abreu, enumerando motivos para a permanência de um técnico à frente da superintendência.

A orientação do Sindicato é para que ocorram paralisações também no interior, nos frigoríficos e no Porto de Rio Grande. A entidade não descarta prosseguir com a mobilização na segunda-feira. “Estamos indignados com esta situação que traz o retrocesso para nossa superintendência”, conclui Consuelo.

Novo superintendente do Mapa/RS foi indicado pelo PTB

Filiado ao PTB, Maronezi, admite que foi nomeado após indicações políticas, por meio dos deputados federais Luiz Carlos Busato e Ronaldo Nogueira, do mesmo partido. De acordo com Maronezi, a possibilidade de assumir o cargo começou a ser discutida há cerca de um mês. Na ocasião, ele enviou um currículo ao ministério. Apesar da ligação partidária, o novo superintendente afirma que a preocupação da legenda era realizar uma indicação técnica. “Como tenho certa formação na área, acabaram me escolhendo para ocupar o cargo”, explica.

Maronezi, 36 anos, é técnico em agropecuária, graduado em Administração de Empresas e em Planejamento e Gestão para o Desenvolvimento Rural. Filho de agricultores, ele chegou a trabalhar no campo. Durante quatro anos, foi secretário de Meio Ambiente, Minas e Energia da Prefeitura de Nova Alvorada. Em 2008, foi candidato a vice-prefeito.

Sobre a insatisfação dos servidores, o novo superintendente tenta apaziguar os ânimos. “Eu pediria que eles tenham calma, tranquilidade. Não vou ser uma pessoa que vai chegar e provocar uma série de modificações”, explica. “Me considero colega deles, não de profissão, mas vamos estar trabalhando no mesmo departamento”, complementa.
Com informações do repórter Danton Júnior, do Correio do Povo

Font: Agrolink com informações de assessoria

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: