Governo vai criar nova linha de crédito para estimular pequeno produtor

14/02/2016

Dentro do plano de trabalho para fomentar a agricultura familiar como um empreendimento de negócio bastante rentável, o Governo do Estado vai criar uma nova linha de crédito voltada aos pequenos produtores dos 13 municípios que integram o Vale do Rio Cuiabá;. Esta ação está sendo coordenada pelo secretário de Estado de Agricultura Familiar, Suelme Evangelista, com o propósito de fazer com que Mato Grosso seja autossuficiente na produção de frutas e hortaliças.

“Esse incentivo será para não somente atender uma forte demanda do mercado interno, como em feiras e supermercados, que hoje são carentes nesse quesito, mas também para atender ao Governo do Estado, que tem o interesse em comprar para usar na merenda escolar, no sistema prisional e na alimentação dos policiais em serviço”, explica Suelme.

A nova linha de crédito irá atender, inicialmente, cerca de 400 famílias instaladas nos municípios de Cuiabá;, Várzea Grande, Nossa Senhora do Livramento, Santo Antônio de Leverger, Acorizal, Barão de Melgaço, Chapada dos Guimarães, Jangada, Nobres, Nova Brasilândia, Planalto da Serra, Poconé e Rosário Oeste. Cada uma das famílias poderá acessar até R$ 25 mil em recursos do Banco do Brasil ou MT Fomento, para investimentos na produção rural.

“Estamos identificando as famílias a serem beneficiadas, que tipo de vocação cada uma delas se encaixa e o tamanho da área de atuação”, comenta o presidente da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), Layr Mota. Ele acrescenta ainda que a Empaer é que ficará responsável por analisar e atestar os projetos de viabilidade da linha de crédito, além também de dar o respaldo técnico nas propriedades. “Após a análise dos servidores do Empaer, que terão embasamento técnico para saber se o que se propõe na propriedade rural é viável ou não, é que os pequenos produtores poderão ir até as duas instituições financeiras em busca dos recursos”, acrescenta Layr Mota.

Em reunião nesta quinta-feira (11) com a participação do governador Pedro Taques, o grupo de trabalho que trata sobre a linha de crédito definiu que até o final deste mês serão apresentados os detalhes finais como o valor total disponível na nova linha de crédito, prazo de carência e como será feita a liberação dos recursos.

Para os presidentes da MT Fomento, Mário Milton, e da Central de Abastecimento do Estado de Mato Grosso (Ceasa-MT), Daniel Brolese, mais do que destinar recursos para a melhoria da produção, a nova linha de crédito se diferencia das demais do segmento porque engloba a capacitação das famílias atendidas. “Não basta apenas dar dinheiro. É preciso também preparar o homem do campo para os futuros negócios que ele poderá atender. É preciso injetar noções de empreendedorismo também nessas famílias,” defende Daniel Brolese.

Fonte: Cenário MT

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: