Pecuária deve ser moderna para produzir mais, diz diretor da SRB

14/02/2016

Modernizar a pecuária para produzir mais. “E carne melhor exige a mudança de paradigmas históricos, para novas formas de organizar todos os elementos do sistema produtivo”, afirma o diretor da Sociedade Rural Brasileira (SRB) Francisco Vila.

Este debate é um dos focos das cinco etapas da edição de 2016 do Circuito InterCorte: a primeira será realizada nos dias 2 e 3 de março, em Cuiabá (MT), com promoção da Associação dos Criadores de MT (Acrimat), SRB e Verum Eventos. Como novidade neste ano, São Paulo sediará uma etapa do encontro, nos dias 16 e 17 de junho.

Em SP, o Circuito fará parte da Semana da Carne, que contará com a BeefWeek – outra novidade que está programada para estrear em Mato Grosso –, o Caminho do Boi, o Global Beef Meet, o Leilão Pecuária Solidária, Livraria Cultura do Boi, Exposição Arte do Boi, entre outras opções.

“A Beef Week, evento que ocorrerá em paralelo ao Circuito InterCorte, é a grande novidade deste ano. O fomento ao consumo e à divulgação de informações de qualidade sobre a carne bovina são seus grandes objetivos”, destaca a diretora da Verdum, Carla Tuccilio.

Sobre a etapa de MT, ela destaca que mais uma vez a cidade de Cuiabá abrirá o InterCorte, que passará por diversas cidades neste ano. “Não escolhemos Cuiabá à toa. O Estado de Mato Grosso tem o maior rebanho do País e a procura por informações e novidades é sempre muito grande”, justifica.

Carla ainda ressalta um dos pontos importantes do encontro: produzir mais, em menos tempo e em áreas menores . “O Circuito InterCorte leva experiências e tecnologias para que os produtores possam empregar em suas propriedades e alcançar estes objetivos.”

O diretor da SRB também faz sua avaliação: “Temos mais de 1 milhão de bovinocultores de carne. A maioria não teve e não tem acesso às soluções mais modernas. O Circuito serve como facilitador para o intercâmbio de conhecimento e experiências”.

Para ele, “isto se refere a modelos de produção, dimensões distintas de propriedades e às condições climáticas, de solo e culturais, em um País continental, no qual se produz carne em todas as regiões, mas com práticas distintas”.
“Estamos no século do conhecimento e o Circuito é uma ferramenta para levar novas soluções aos principais polos da bovinocultura do Brasil”, reforça o diretor da SRB.

MARKETING DA CARNE

Em sua análise sobre marketing do mercado da bovinocultura no Brasil, ele comenta que “a carne não é um produto industrial como um relógio ou um sapato”.

“O resultado final do longo processo produtivo depende de variáveis vivas como plantas, clima e animais que, por natureza, não são completamente programáveis. Desta forma, não é fácil garantir a uniformidade da qualidade para grandes volumes.”

Por este motivo, segundo Vila, “a iniciativa de marketing de um grande frigorífico é louvável, por promover a carne em geral, mas não deixa de correr riscos de decepcionar os consumidores, em uma parte dos cortes que vão encontrar nas prateleiras do varejo”.

“Esta circunstância específica garante a sobrevivência de açougues ou casas de carne, que operam com volumes menores e que são mais facilmente controláveis. Neste sentido, a BeefWeek (evento que ocorrerá dentro do Circuito InterCorte), além de promover a carne em geral, informará exatamente sobre o perfil individualizado da oferta da carne bovina, seja por meio de linhas especiais das indústrias ou de cortes nobres das boutiques de carne.”

ÁREAS PRODUTIVAS

Sobre a questão que vem sendo bastante discutida pelo setor agropecuário, no sentido de produzir mais em áreas menores, Vila reforça que o modelo de produção da bovinocultura brasileira é tradicionalmente extensivo. “Mas não é difícil dobrar a atual produção de carne no mesmo espaço, aplicando alguns cuidados e intensificando o sistema produtivo com tecnologias já amplamente difundidas, em todas as regiões do País.”

“Isto não implica em uso de insumos questionáveis ou tratamento de animais de forma inadequada. É só fazer um pouco melhor o que tem sido a prática no passado. É nisto que consiste o potencial de competitividade da pecuária brasileira: fazer mais com o mesmo e com melhores práticas, além de ganhar mais.”

Avaliando a parte comercial do setor, tanto no mercado interno quanto no externo, Vila acredita que, por motivos estruturais, a pecuária se encontra em uma fase de equilíbrio, em um patamar historicamente elevado.

“Esta tendência tem bons fundamentos para continuar ao longo dos próximos anos. Uma eventual diminuição da demanda interna pode ser, em parte, compensada pelo aumento das exportações. E com a incorporação cada vez maior de tecnologias da produção e formatos mais modernos de gestão, a pecuária continuará sua trajetória positiva nos últimos anos, pelo menos para aqueles pecuaristas que entenderam os sinais do tempo e se preparam para uma produção competitiva.”

CIRCUITO INTERCORTE

Para 2016 está prevista a realização de cinco etapas do Circuito InterCorte, evento itinerante que vem percorrendo, desde 2012, alguns dos principais polos de produção pecuária do Brasil. Conforme a Sociedade Rural Brasileira, desde a sua criação, já contou com a participação de mais de 19 mil pessoas, das quais cerca de 80% eram pecuaristas.

Depois de Mato Grosso, no mês que vem, o evento terá etapas nos Estados de Mato Grosso do Sul, Rondônia e Tocantins, além da grande novidade, que é a etapa da capital paulista, em junho deste ano.

SEMANA DA CARNE EM SP

A Exposição Tecnológica da Cadeia Produtiva da Carne em São Paulo – Circuito InterCorte – ocorrerá nos dias 16 e 17 de junho, na Bienal de São Paulo. Sua proposta é difundir as tecnologias e fomentar discussões sobre a cadeia produtiva da carne. Para isto, contará com uma grande feira de negócios e dois dias de workshop.

O anúncio do evento em SP foi feito, entre outros, pelo presidente da SRB, Gustavo Junqueira, e pelo secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim, no último dia 28 de janeiro.

BEEF WEEK

De acordo com a Sociedade Rural Brasileira, será uma semana de fomento ao consumo e à divulgação de informações de qualidade sobre a carne bovina, como procedência, benefícios e formas de preparo. Parcerias da Beef Week devem garantir ações de promoção da carne bovina em selecionados restaurantes, casas de carne e supermercados.

CAMINHO DO BOI

A instalação possui painéis e recursos audiovisuais para simular o trajeto completo de um boi de corte, da fazenda até a mesa do consumidor, destacando importantes etapas do processo, como nutrição, curral de manejo, controle e gestão, sanidade, transporte e frigorífico.

Segundo a SRB, o projeto apresenta a integração dos elos da cadeia da carne, chamando a atenção do pecuarista para os impactos da produção na qualidade do produto que entrega ao frigorífico e, consequentemente, ao consumidor, com impacto direto na rentabilidade do seu negócio.

GLOBAL BEEF MEET

Encontro internacional, a Global Beef Meet reunirá governos, exportadores, indústria, associações e demais agentes internacionais interessados no mercado mundial da carne, durante o Circuito InterCorte 2016.

LEILÃO PECUÁRIA SOLIDÁRIA

Criado para celebrar os 25 anos de atuação profissional do leiloeiro Eduardo Gomes, do Estado de Tocantins, o projeto conta com doações de animais de produtores, empresas e instituições ligados ao agronegócio.

As quatro edições realizadas até hoje, conforme dados da SRB, arrecadaram mais de R$ 1,6 milhão a entidades assistenciais que cuidam de pacientes e famílias carentes, a maioria de Tocantins.

LIVRARIA CULTURA DO BOI

A atração ocorrerá na Bienal de São Paulo, nos dias 16 e 17 de junho, e contará com um espaço físico para comercialização de obras especializadas no tema pecuária e carne de qualidade. Lançamentos e tarde de autógrafos de novos títulos ligados ao tema da Semana também estão programados.

EXPOSIÇÃO ARTE DO BOI

A Arte do Boi será uma exposição de artes plásticas e fotografia envolvendo a pecuária nacional. Até o momento, estão confirmados os artistas: Renan Antonelli, Fabio Fatori, Diego Penedo e Rodrigo Gastaldon. As obras serão vendidas em um leilão para arrecadação de fundos para o projeto Pecuária Solidária.

SNA – Sociedade Nacional de Agricultura

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: