Frango vivo registra as primeiras altas de preço do ano

15/02/2016

Campinas, 15 de Fevereiro de 2016 – Após quase 60 dias marcados exclusivamente por baixas, o frango vivo começa a registrar as primeiras altas do ano. É o efeito pós-Carnaval manifestando-se no mercado.

O frango que está sendo abatido hoje no interior paulista, por exemplo, foi comercializado no sábado (13) por R$2,60/kg, valor cinco centavos superior ao do dia anterior, ocasião em que houve outro reajuste de cinco centavos. Assim, o produto negociado em São Paulo encerra hoje a primeira quinzena de fevereiro valendo 10 centavos mais (ou 4%) que no início do mês.

Em Minas Gerais, onde prevalecia a cotação de R$2,55/kg desde 27 de janeiro, também houve alta de cinco centavos na sexta (12). Mas a cotação então atingida manteve-se inalterada no sábado e, assim, o frango mineiro tem agora o mesmo valor registrado em São Paulo – R$2,60/kg. A tendência, porém, é de novo reajuste no curtíssimo prazo, situação que deve beneficiar também o frango paulista, já que nas duas praças o mercado é firme.

Mais do que necessária, a valorização do frango vivo tornou-se imprescindível. Pois, a despeito dos reajustes atuais, a remuneração nominal registrada em São Paulo se encontra 16% aquém da alcançada há cerca de dois meses, enquanto em Minas Gerais o recuo supera os 22%. E nesse curto espaço de tempo a principal matéria-prima do frango, o milho, seguiu caminho absolutamente inverso, com altas bem acima de 20%. Quer dizer: obter o justo valor do frango tornou-se questão de sobrevivência.

20160215_foto

Fonte: AviSite

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: