Sorriso: Município decreta situação de emergência pela baixa produtividade da soja, safra 2015/16

15/02/2016

A baixa produtividade das lavouras de soja no município de Sorriso/MT, safra 15/16 levou o município juntamente com o Sindicato Rural a convocar a Defesa Civil visando uma avaliação e a possibilidade de que fosse decretada situação de emergência.

“Tem lavouras que se imaginava um índice de produtividade e na hora da colheita foi uma realidade completamente diferente, pois algumas lavouras chegam a 40, 50 e até 60 sacas/ hectare, enquanto outras se colhe 8,10 ou 12 sacas”, comentou o presidente do Sindicato Rural de Sorriso, Laércio Lenz, justificando a presença da Defesa Civil no município.

Foram efetuados levantamentos e laudos técnicos, juntamente com um estudo da Embrapa – amostragem semanal – com fotos de satélite, onde apresenta uma faixa vermelha mais atingida, que engloba as regiões de Ipiranga do Norte – boa parte das lavouras – Comunidade do Barreiro – Sorriso – Vera, Feliz Natal, Nova Ubiratã e parte de Boa Esperança do Norte e anexados aos documentos de solicitação do estado de emergência, sendo que nestas propriedades a Defesa Civil fez vistoria “in loco”, constatando realmente os grandes prejuízos sofridos pela classe produtoras destas localidades.

Uma reunião contando com presença da diretoria da Aprosoja, Sindicato Rural, Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente e e boa participação de produtores houve uma exposição de toda a situação e por votação aprovada por unanimidade da solicitação de que fosse assinado o estado de emergência.

“Quanto assinar esta situação de emergência, somos bastante democráticos e temos que lembrar de que os mais lesados, não são somente os produtores, mas todo um sistema comercial e industrial do município e vamos sentar com a Defesa Civil, analisar todos os documentos e tomar esta decisão” comentou ainda em Cuiabá, o prefeito Dilceu Rossato.

No final da manhã desta sexta feira o decreto foi assinado e encaminhado para publicação no Diário Oficial e deverá ser postado no site da Defesa Civil de Mato Grosso que por sua vez encaminhará para a Defesa Civil da União e aguardar a sua homologação.

“O decreto de situação de emergência nada mais é do que um documento que possibilitará com que os produtores tenham uma ferramenta a mais para negociar as suas dividas, não é calote, é uma forma de evitar com que os credores façam pressão ou dificultem as negociações, por que a falta de chuva na janela do plantio e o excesso de chuva na hora da colheita, realmente prejudicou sobremaneira a produtividade e sem grãos não há comercialização e se não tem dinheiro como pagar as dividas”, comentou o secretário de Agricultura e Meio Ambiente de Sorriso, Afrânio Migliari.

Os municípios de Ipiranga do Norte, Vera, Feliz Natal e Nova Ubiratã também deverão assinar o decreto nas próximas horas.

Por: Fernando Luiz / Rádio Sorriso

Fonte: Cenário MT

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: