Imea aponta desistímulo nos negócios de soja em Mato Grosso

17/02/2016

O IMEA – Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária – avaliou que, embora o preço da soja, no final de janeiro, em Mato Grosso estar 25% superior ao mesmo período de 2015, a diferença ante a paridade disponível passou a ser negativa fundamentada, principalmente, no aumento da disponibilidade ao produto com o avanço da colheita.

“Esta diferença negativa vem desestimulando a realização dos negócios no disponível pelos produtores e, por isso, o foco da atenção continua, mais do que nunca, na colheita do grão”, informam os analistas, no boletim semanal sobre a soja.

Desde o ano passado, o preço da soja brasileira vem registrando uma grande vantagem competitiva sobre os Estados Unidos com a desvalorização do real. De dezembro de 2015 até meados do mês passado, os preços em Mato Grosso praticamente firmaram-se acima do preço da paridade de exportação no disponível. Este preço serve como base para as empresas compradoras fixarem seus preços de negócios.

Outra análise do IMEA é que a queda da soja em Mato Grosso e a estabilidade do frete elevaram levemente a relação frete/soja, que encerrou a última semana com média de 29,34%.

A semana passada foi de queda no preço da soja em Mato Grosso, com média estadual de R$ 61,90/saca. Além da baixa dos preços em Chicago e do dólar, o avanço na colheita também vem pressionando as cotações internas.
Cerca de 25,6% da safra foram colhidos até agora.

Fonte: Só Notícias/Agronotícias

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: