Mapa vê início da venda de carne bovina para Arábia Saudita em fevereiro

17/02/2016

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) informou na segunda-feira (15) que a Arábia Saudita autorizou dezenas de frigoríficos brasileiros a exportarem carne bovina in natura para o país e que espera que os embarques sejam iniciados ainda em fevereiro.

“O setor estima que as exportações do produto para aquele país alcancem US$ 42 milhões em 2016”, disse o Mapa em comunicado. O ministério acrescentou que as exportações para a Arábia Saudita têm potencial para chegar a US$ 74 milhões nos próximos anos.

O Mapa informou que foram habilitados nove frigoríficos em Mato Grosso do Sul, seis em Mato Grosso, cinco em Minas Gerais, dois no Rio Grande do Sul, dois em Rondônia, dois no Paraná, dez em São Paulo, oito em Goiás, três no Pará e um no Tocantins.

A quantidade de estabelecimentos autorizados a exportar para a Arábia Saudita deve aumentar nas próximas semanas, segundo o Mapa.

A lista de autorizações foi publicada pela Autoridade de Alimentação e Medicamentos da Arábia Saudita (SFDA) no fim de janeiro, em mais uma etapa da reabertura daquele mercado ao produto brasileiro, que foi formalizada em novembro do ano passado. Os árabes iniciaram o embargo ao produto brasileiro em 2012, após um caso atípico de doença da vaca louca.

Com a habilitação em mãos, os frigoríficos precisam agora fechar acordos comerciais para efetivar a venda do produto. Mas o diretor-geral da Câmara de Comércio Árabe-Brasileira, Michel Alaby, disse que os acordos já estão sendo fechados.

“Vários (representantes de frigoríficos brasileiros) já estão viajando para lá (Arábia Saudita). As empresas já estão conversando com os importadores e talvez em março a gente já tenha algum embarque realizado”, disse Alaby à CarneTec na segunda-feira (15), ao explicar que um embarque demora de 30 a 45 dias para ser concluído e chegar ao destino.

“Normalmente, assim que se abre um mercado, há um fluxo maior de produtos (para este mercado). E como os árabes têm interesse em comprar do Brasil, eu tenho a impressão de que vai haver um volume razoável de embarques em 2016”, disse Alaby, que espera que as exportações de carne brasileira para os árabes fiquem acima dos US$ 100 milhões por ano.

Por Anna Flávia Rochas

Fonte: CarneTec

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: